Notícias

notícias

Notícia

Negócio

Serpro Teamwork já está em uso pela PGFN

Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional é a primeira instituição a contratar a solução que é fruto da parceria entre Serpro, Google e Zimbra e o único produto multiambiente do mercado
Imagem simbólica com um laptop e, acima dele, pessoas numa mesa de reunião, com computadores, etc. Imagem que remete à comunicação colaborativa
by Comunicação Institucional do Serpro — 15 de march de 2019

Nesta semana, o Serpro Teamwork passou a ser a mais nova ferramenta de tecnologia da Procuradoria-Geral da Fazenda Nacional (PGFN). Mais um produto com a marca do Serpro, a ferramenta é uma plataforma de comunicação e colaboração desenvolvida em parceria com a Google, empresa multinacional de serviços on-line e software, e com a Zimbra, fabricante mundial em soluções de e-mail e colaboração.

O auditor federal de Finanças e Controle, Thiago Hoerlle, já experimenta o Serpro Teamwork na PGFN, e comenta que a maioria das pessoas, atualmente, utiliza ferramentas Google em seus cotidianos pessoal e profissional. “Com a adoção do Teamwork no trabalho, poderemos formalizar esse uso. E a ferramenta terá grande impacto na PGFN, os mecanismos de armazenamento em nuvem e de reuniões por vídeo facilitarão as atividades de todos”, acredita o auditor, que atua na Coordenação-Geral de Tecnologia da Informação (CTI).

Imagem com funcionalidades do Serpro TeamworkPara Renato de Oliveira, também usuário do Serpro Teamwork na PGFN, além de resolver a carência de licenças Office, a nova plataforma permitirá que diferentes usuários editem textos, planilhas e slides simultaneamente, o que, segundo ele, economizará tempo, tornando mais eficiente o trabalho da Procuradoria. “É possível criar formulários, questionários pela própria ferramenta Google, já integrada com o Google Analytics. Será muito útil para pesquisas de atendimento, de satisfação, relacionadas a sistemas como o de Acompanhamento Judicial, o SAJ, entre outros”, exemplifica Renato, que é técnico administrativo na CTI.

Ele cita ainda que problemas com equipamentos de videoconferência defeituosos podem ser resolvidos, a partir da adoção de videoconferências pelo Hangouts, e de transmissões de vídeo via YouTube. “Com isso, a rede não ficaria sobrecarregada, pois seriam disponibilizados através do YouTube só vídeos institucionais e autorizados pela PGFN”, diz Renato.

Exclusividade

 Logomarca do Serpro Teamwork
Único produto multiambiente do mercado
● Ambiente seguro Serpro
● Atende o decreto nº 9.637/2018
● Parceria tecnológica com Google e Zimbra

O Serpro Teamwork é considerado o único produto multiambiente – de comunicação, de armazenamento, de colaboração e de gerenciamento – genuinamente nacional. “As outras soluções disponíveis, até o momento, no mercado, são em data center fora do Brasil e inclusive com e-mail fora do país. Por isso, o Serpro Teamwork é singular, pois tem a parte de e-mail, o SerproMail, dentro de centro de dados de governo, e a parte de colaboração dentro da nuvem Google no Brasil”, explica o gerente Adriano Martins, da Superintendência de Produtos e Serviços - Engenharia de Infraestrutura de TI do Serpro. “Além disso, a solução possui uma arquitetura a partir da qual foi criado um sistema de IDaaS (Identity as a Service) que possibilita toda autenticação e bases de usuários dentro do país”, complementa.

Para o auditor da PGFN Thiago Hoerlle, o Serpro Teamwork é um produto que poderá, com o tempo, ser a melhor solução do mercado. “Ele é quase completo, está pendente apenas a suíte Office offline. Seria muito interessante ver, no futuro, uma parceria do Teamwork para fornecer essa suíte offline”, opina Thiago.

Evoluir, sempre com segurança

Como é costumeiro com produtos tecnológicos, o Serpro Teamwork poderá, é claro, ter evoluções e novas versões com a ajuda de seus parceiros, e de acordo com a necessidade dos usuários e clientes do governo. Poderá ser incrementado, mas sem deixar de lado, é claro, o essencial: a segurança, premissa já citada acima, nesta reportagem, e que não custa reiterar: “Como o servidor que armazena os arquivos da PGFN está situado no Brasil, e por ser em conjunto com o Serpro, os dados estão protegidos e assegurados por esta empresa. Assim, não será necessário utilizar soluções de nuvem privadas, em que seus servidores de arquivos muitas das vezes se encontram fora do país, com legislação diversa sobre política de arquivos, e sem a devida proteção da área de Tecnologia da Informação fornecida pelo Serpro”, ratifica Renato de Oliveira.

Por falar em legislação, vale destacar que o Serpro Teamwork vai ao encontro do decreto nº 9.637/2018, lançado recentemente e que, entre outros assuntos, dispõe sobre a governança da segurança da informação e sobre a dispensa de licitação nos casos que possam comprometer a segurança nacional. O novo decreto revoga o decreto nº 8.135/2013 e altera a redação do decreto nº 2.295/1997, ambos relacionados aos tópicos segurança da informação e dispensa de licitação.

“O Serpro Teamwork é uma ferramenta moderna, completa e segura, que permite a colaboração e agrega possibilidades de comunicação ágil, tudo isso mantendo a conformidade com a legislação brasileira”, reforça Luiz Tomé Dantas, gerente de negócio de Soluções para a PGFN, no Serpro.

Na Procuradoria, o Teamwork será fornecido inicialmente aos procuradores e, depois, para servidores administrativos, estagiários, e demais colaboradores. No total, serão 6,5 mil profissionais do órgão, em todo o país, utilizando a ferramenta, contratada a partir da parceria firmada nesta segunda-feira, 11 de março.

PARA CONTRATAR 
Gostou dos depoimentos dos usuários do Serpro Teamwork e também quer utilizar a solução? Clique aqui e conheça esta ferramenta que é o melhor da colaboração ao alcance do seu órgão. Você pode experimentar o Serpro Teamwork por 14 dias e comprovar que a solução é certeza de economia e produtividade para quem a contrata.

Contato