Notícias

Geral

Infraestrutura

Uma rede segura e ágil para conectar o governo pelo país

por Comunicação Institucional do Serpro - Fortaleza — 31 de julho de 2017
Rede WAN está modernizada e pronta para atender mais órgãos federais em todo o Brasil

Diariamente, a Rede Serpro é empregada por diferentes clientes do governo federal que querem segurança, agilidade e alta disponibilidade para trafegar dados essenciais à gestão pública e ao cidadão. No segundo semestre de 2016, um total de 75,29% desses clientes do Serviço de Administração de Rede de Longa Distância (Rede WAN) se mostraram satisfeitos ou muito satisfeitos com o que contrataram, segundo pesquisa de satisfação. Para a empresa, esse resultado mostra o que já se apostava e indica o passo seguinte: que a Rede Serpro é única quando se trata de gerir dados governamentais, e que está madura para atender ainda mais entes interessados.

"A Rede Serpro oferece valores agregados, isso é um diferencial. Por exemplo, no mercado de telecom existe o oversubscription, que funciona similar ao overbooking da aviação. Ou seja, um recurso é vendido além de sua capacidade porque se acredita que nem todos vão, de fato, usar ao mesmo tempo o insumo comprado, seja ele assentos de um voo ou gigabytes de uma conexão banda larga. É uma prática comum que pode gerar, para uma pessoa física, uma lentidão na rede, em seu momento de lazer, o que não é necessariamente um problema. Porém, quando falamos de governo, isso pode ser bem diferente", contextualiza o gestor do produto Rede WAN no Serpro, Weldson Lima. "Para o governo, uma falha na rede pode interromper o tráfego de dados, parar sistemas, e gerar um prejuízo intangível para o Estado Brasileiro. Por isso, o Serpro investe em um backbone capaz de atender de forma mais exclusiva cada cliente, numa relação, entre capacidade e necessidade, de quase uma para uma. Temos uma responsabilidade compartilhada com o cliente no que se refere à ‘coisa pública’, pois também somos gestores públicos", ressalta Weldson.

A pesquisa de satisfação, promovida pelo Serpro, reforçou que a Rede WAN é contratada por 46,11% dos órgãos entrevistados. Weldson Lima destaca que, entre eles, estão instituições como Receita Federal, Detran, Dnit, e que a empresa continua a evoluir tanto a infraestrutura da rede de longa distância como as estratégias de negócio em relação a ela, para assim dialogar com os 53,89% dos órgãos que são clientes de outras soluções ou serviços Serpro e, é claro, com os demais órgãos federais que não são clientes do Serpro.

"Na Infovia Brasília temos dezenas de órgãos que são clientes do Serpro. A maioria desses órgãos federais possui unidades pelo país. Queremos negociar mais com esse ente, que já é nosso cliente em Brasília e conhece a qualidade do nosso trabalho", destaca o gestor. "O cliente também pode contratar uma aplicação do Serpro junto com o serviço de Rede. É o caso do Detran de Macapá, que contratou recentemente um link para acesso ao Renach e Renainf, e poderemos, futuramente, agregar o SNE e o Radar a esse link", exemplifica Anderson Borges, da equipe da Superintendência de Operações responsável por modernizar a Rede Serpro.

Sob medida

Atualmente, a Rede Wan do Serpro pode ser contratada de acordo com três níveis de serviço (ouro, prata ou bronze), detalhados em contratos flexíveis que podem ter upgrades de acordo com necessidades específicas de cada cliente. Além da segurança Serpro e da gestão da rede por uma equipe de governo, todos os contratantes ganham, como serviços básicos que compõem os três níveis, a integração com aplicações de acesso prioritário (aplicação e infraestrutura) e uma rede ininterrupta - em 2016, a disponibilidade da rede ficou em 99,8% e, em 2017, esse número se mantém. E, no total, são atualmente 1.100 circuitos de acesso, 40 circuitos de backbone em anel, tudo intermediado com equipamentos e softwares de ponta, como o Zabbix, poderoso software de código aberto de monitoramento em tempo real.

"E sobre monitoração, tempos atrás solicitamos ao Comitê Gestor da Internet no Brasil que integrasse a nossa rede ao Simet, que é um servidor que mede o desempenho de banda em tempo real. Fizemos isso para que nossos clientes possam usar esse instrumento que tem a chancela do CGI, via internet, para testar a rede. Ou seja, o Serpro não tem dúvidas da ótima qualidade da rede WAN que oferece a seus clientes", conclui Weldson Lima.

Contato