Notícias

Geral

Trânsito

Municípios catarinenses aprovam adoção do Radar

por Comunicação Institucional do Serpro - Belo Horizonte — 05 de outubro de 2017
Serpro apresentou o sistema de fiscalização e gestão de infrações de trânsito para conselheiros de 58 cidades do estado

O Serpro participou de encontro com representantes do Conselho de Órgãos Municipais Integrados ao Sistema Nacional de Trânsito no Estado de Santa Catarina (Comitra), ligado à Federação Catarinense de Municípios (Fecam). Na ocasião, a empresa apresentou o Radar, uma solução eficiente e segura que faz a gestão das infrações de trânsito desde o registro, em talonário eletrônico pelo agente de trânsito, até a impressão eletrônica das autuações, passando pela postagem das notificações e o pagamento das multas.

Durante o evento, realizado no dia 4 de outubro, Eduardo Bartniak Filho, presidente do conselho, anunciou que Joinville decidiu pela adoção do Radar e que a cidade já está em processo de contratação junto ao Serpro. Em seguida, Diogo Gustavo Beppler, secretário do Comitra, deliberou pela definição da contratação da solução tecnológica como opção para os municípios de Santa Catarina, com aprovação geral dos presentes. O processo de contratação será realizado pelo Ciga, um consórcio público da Fecam voltado para pequisa e desenvolvimento de soluções de TI para o aperfeiçoamento da gestão pública, permitindo a adesão gradual dos municípios consorciados.

O Comitra reúne 91 municípios catarinenses e um histórico médio de 200 mil infrações por mês. "O Serpro está possibilitando que os municípios tenham acesso a novas tecnologias para o processamento de infrações de trânsito. Com o Radar, as infrações poderão ser 100% digitais, da lavratura da infração ao seu processamento, da notificação à geração de boleto de pagamento", explicou Anderson Germano, gerente de Negócios do Serpro para Governo Estadual e Municipal.

Joinville

A cidade catarinense mais adiantada na adoção do Radar é Joinville, que registra atualmente uma média de 25 mil infrações mensais. Também no dia 4 de outubro, foi realizada uma reunião com a prefeitura municipal a fim de definir alguns parâmetros desta implantação. A expectativa, segundo Anderson Germano, é que o sistema entre em produção ainda este ano, até o dia 1° de dezembro. "Por ser o maior município do estado, Joinville servirá como exemplo para que os demais municípios façam a adesão ao Radar, uma solução que une economia e modernidade para a gestão do trânsito", completou o gerente do Serpro.

Contato