Notícias

Geral

e-Gov

Empresa apresenta serviços na 45ª edição do Secop

por Comunicação Institucional do Serpro - Fortaleza — 14 de setembro de 2017
Serpro dissemina diferentes soluções entre as entidades estaduais de TI participantes
Evento acontece de 13 a 15 de setembro em Ipojuca-PE

Evento acontece de 13 a 15 de setembro em Ipojuca-PE

O Serpro está presente na 45ª edição do Seminário Nacional de TIC para a Gestão Pública, em Pernambuco. A empresa apoia o evento que esse ano foca o tema "TI Pública - Conectando o Governo com a Sociedade Digital" e conta com a participação das entidades estaduais de TIC que, ao lado dos governos municipal e federal, atuam para prover tecnologias que ajudem a gerir o bem público e a atender aos cidadãos brasileiros.

"O Serpro, uma empresa de 52 anos, já oferece muito mais do que a automatização de processos internos do governo. Atualmente, estamos materializando o que é chamado de Data Lake, pois temos mais de 750 sistemas de governo e dezenas de bases de dados que podem ser usadas para atingir essa transformação", frisou o diretor de Relacionamento com Clientes do Serpro, André de Cesero, no painel "O Papel da TI Governamental em Tempos de Transformações Digitais", realizado na tarde desta quinta-feira, 14. "Agora, nosso papel é conseguir fazer um uso mais inteligente desse lago de dados para gerar mais e melhores soluções tecnológicas para governo, empresas e, o mais importante, para o cidadão", acrescentou.

O diretor citou ainda soluções Serpro que seguem esse viés, como a plataforma federal de análise de dados GovData, a CNH digital com o QR Code Lince, os sistemas para abrir e fechar uma empresa de forma veloz, o app SNE que agiliza o pagamento de multas e com um desconto de 40%. E para que possam conhecer mais seus produtos e serviços, a empresa está com uma equipe e um estande para o público do evento, formado por profissionais de TI, gestores públicos, acadêmicos, representantes de instituições de pesquisa e demais interessados.

"O Serpro tem expertise em atender a várias realidades, por estar espalhado pelo país. E queremos aqui formar mais parcerias para, com as tecnologias que o Serpro já fornece ao mercado nacional, complementar as soluções que as instituições estaduais de TIC têm regionalmente, ajudando assim a produzir mais com menos e a aperfeiçoar a rotina de gestão nos estados", destacou o gerente de Negócio para Governo Estadual e Municipal, Anderson Germano, integrante da equipe.

Reunião com a CTTUO Serpro leva, também, ao seu estande outras ferramentas que podem beneficiar os estados e ser contratadas por eles. Entre elas: a Rede de Longa Distância, uma rede de internet segura e ágil que interliga pontos em todo o Brasil; a infraestrutura do Serpro de computação em nuvem - estados utilizariam os equipamentos do Serpro; e a chamada colocation, em português, "compartilhamento de localização" - de forma resumida, os estados usariam o espaço físico do Serpro para alojar seus servidores.

Na ocasião, o diretor André de Cesero se reuniu (foto ao lado) com a diretora-presidente da Companhia de Trânsito e Transporte Urbano do Recife (CTTU), Taciana Maria Ferreira, dando prosseguimento às negociações para a adoção do Radar e SNE por parte do município. Representantes do Serpro também cumpriram agenda com executivos das empresas estaduais de processamento de dados do Espírito Santo, Pará, Ceará, Bahia e Pernambuco, também com foco na adoção das duas soluções de trânsito acima citadas.

Integração

No evento, Serpro e parceiros abordarão ainda o Facin, o Framework de Arquitetura Corporativa para Interoperabilidade no Apoio à Governança. O gerente de Integração e Interoperabilidade da empresa, Marcus Vinicius da Costa, participa do painel "Como a arquitetura corporativa pode elevar o nível da TI governamental?", quando será mostrada a experiência de aplicação do framework por diferentes estados do país, iniciada em junho, com a Abep, e já com alguns resultados no que se refere à integração entre as esferas de poder e à melhoria tanto na gestão pública como no atendimento ao cidadão.

"No desenvolvimento de soluções, temos que aprender a ser mais ágeis e a ter menos medo de errar. Porém, para fazer sistemas inovadores, temos que galgar alguma estrutura e é por isso que também estamos difundindo o uso da arquitetura corporativa como uma ferramenta para tudo que estamos falando aqui. Ou seja, para saber como entender melhor o cliente, para integrar sistemas, para entender o todo e para inovar de forma segura", enfatizou o vice-presidente de Tecnologia da Abep, e presidente da Agência Estadual de Tecnologia da Informação (ATI/PE), Romero Guimarães, no painel desta quinta-feira, no qual participou o diretor Cesero e integrantes do Planejamento, TCU e Dataprev.

Já o painel sobre o Facin acontece amanhã, no último dia do Secop 2017, que foi iniciado na quarta-feira, 13, na cidade de Ipojuca, no litoral pernambucano. Além de palestras e debates, a programação do evento traz a entrega de dois prêmios de incentivo a novas soluções de governo eletrônico criadas por pessoas jurídicas e físicas. O site do seminário é www.secop.org.br.

Para saber mais sobre os serviços Serpro, clique aqui.

Contato