Notícias

General

Municipalização de multas

Sistema Radar pode resolver problema histórico de prefeituras brasileiras

por Comunicação Empresarial do Serpro — 09 de março de 2017
Glória Guimarães apresentou a solução para a Confederação Nacional dos Municípios
Gloria CNM Radar

Glória Guimarães apresenta o Radar ao presidente da CNM

No Brasil, muitos municípios têm enfrentado um dilema em relação à fiscalização do trânsito. Às vezes, implementar a estrutura para cobrança de multas pode sair mais caro do que o valor arrecadado com as infrações. Buscando resolver esse problema, a diretora-presidente do Serpro, Glória Guimarães, apresentou na quarta-feira, 8 de março, o Radar ao presidente da Confederação Nacional dos Municípios (CNM), Paulo Ziulkoski. O Radar é uma solução que reduz drasticamente os custos de fiscalização e gestão de infrações de trânsito.

Parceria entre gigantes

Glória ofereceu, às prefeituras brasileiras, a expertise de uma empresa com um portfólio de mais de 800 serviços e 500 contratos vigentes. “Segundo a revista Exame, o Serpro está em primeiro lugar em vendas no mercado brasileiro da indústria digital”, destacou a executiva da empresa de TI. Paulo Ziulkoski, por sua vez, explicou que o país possui 5570 municípios e uma frota de cerca de 50 milhões de veículos. “É uma escala impressionante: nosso diálogo pode representar o início de uma parceria entre gigantes”, avaliou o presidente da CNM.

O Radar pode ser utilizado em conjunto com o Sistema de Notificação Eletrônica (SNE) para economizar no envio postal das infrações de trânsito. “Ao final, o valor pago com utilização do sistema chega a ser apenas 10% dos gastos tradicionais”, explica o diretor de Relacionamento com Clientes do Serpro, André de Cesero. “Uma opção para tornarmos o preço ainda mais baixo seria formar um 'pool' de municípios e estudarmos formas de contratação conjunta” sugere o diretor.

O sistema

Desenvolvido pelo Serpro, o Radar  integra diversas bases de dados para simplificar a gestão de diferentes processos. A tecnologia permite centralizar o preenchimento de autos de infrações, o despacho de notificações, a autuação de infratores e a consulta de dados de condutores e de veículos.

Atualmente, um órgão autuador precisa ter diversos contratos: um para ferramenta de atendimento e gerenciamento de infrações, um para solução mobile e outro para as operadoras de radar que gerem a impressão das multas

Contato