Notícias

Geral

Confiança Criativa

Como o Design Thinking pode ajudar você a resolver problemas e impulsionar negócios

24 de agosto de 2017
Serpro lança ebook para a Oficina Confiança Criativa
Destaque Confiança Criativa

Num ambiente marcado por rápidas e intensas transformações tecnológicas, econômicas e sociais, a busca pela inovação deve ser uma constante, mesmo que cercada de riscos e desafios. O Design Thinking surge, neste contexto, como elemento fundamental para empoderar aqueles que, de certa forma, se veem distantes ou se sentem perdidos na hora de gerar soluções criativas para problemas muitas vezes complexos.

Constantemente associado ao apelo estético, o design guarda em sua disciplina e em seus feitos uma substância muito mais ampla e transformadora: o foco no ser humano, no bem-estar, na vida das pessoas. Pensar como um designer - e todos podem fazer isso, independente da área de atuação - é dispor do pensamento sistêmico e abdutivo como norteador da geração de ideias, em detrimento do pensamento analítico e dedutivo, tão comum no meio empresarial. O objetivo? Gerar um impacto positivo na experiência de quem receberá determinado serviço, produto ou processo.

Para entender um pouco mais sobre o Design Thinking é preciso compreender seus três pilares fundamentais: empatia, colaboração e experimentação. Empatia diz respeito a desafiar ideias pré-concebidas e se colocar no lugar de outra pessoa, deixando de lado o que se acredita verdadeiro para aprender a verdade do outro. Colaboração, por sua vez, é pensar de forma coletiva e integrada, em grupos multidisciplinares, para somar inteligências e diferentes backgrounds, de modo a multiplicar a capacidade de entendimento e resolução de problemas. E por último, a experimentação, que é o ato de colocar a “mão na massa”, de sair do campo das ideias, da palavra escrita. De outro modo, construir e testar soluções de forma rápida e antecipada, para evitar problemas na fase final de implementação.

O Design Thinking, como já visto, não é um modelo de pensamento restrito a designers, mas sim um conjunto de práticas e ferramentas que se organizam em cinco etapas: empatia, (re)definição, ideação, prototipação e teste. Para entender essas etapas e saber mais sobre como o Design Thinking pode beneficiar o seu negócio, baixe o ebook. O material foi elaborado para as oficinas do “Confiança Criativa”, um evento realizado pelo Serpro e pelo Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil, com o apoio do Centro de Pesquisa e Inovação (CePI) do Tribunal de Contas da União (TCU).

Evento Confiança Criativa

Com o propósito de gerar soluções para a pasta, o evento contou com um ciclo de palestras, que ressaltou o uso do Design Thinking como um potencial indutor da inovação no setor público, e com uma oficina prática, realizada nos dias 22 e 23 de agosto de 2017.

A partir da utilização de elementos lúdicos, como bloquinhos de montar, massinhas moldáveis e lápis de colorir, os participantes foram estimulados a liberar a criatividade para prototipar soluções que entendessem e resolvessem algumas das principais necessidades dos usuários de transportes aéreo, ferroviário e rodoviário. As atividades aconteceram no Instituto Serzedello Corrêa (ISC), em Brasília.

Contato